TMS (Transportation Management System)

TMS (Transportation Management System), ou Sistema de Gerenciamento de Transporte, é um software para melhoria da qualidade e produtividade de todo o processo de distribuição. Este sistema permite controlar toda a operação e gestão de transportes de forma integrada. O sistema é desenvolvido em módulos que podem ser adquiridos pelo cliente, consoante as suas necessidades (Gasnier et al., 2001). O sistema tem como finalidade identificar e controlar os custos inerentes a cada operação, sendo importante identificar e medir os custos de cada elemento existente na cadeia de transporte, a qual envolve não só o veículo em si, mas também a gestão dos recursos humanos e materiais, o controle das cargas, os custos de manutenção da frota e índices de discrepâncias nas entregas, bem como as diversas tabelas de fretes existentes (peso, valor, volume) apresentando o modelo que melhor se ajusta (Entendendo, 2002).

Para ler um artigo em pdf mais completo clique aqui!

Algumas funcionalidades de um TMS

  • Manutenção
  • Suprimentos
  • Controle de fretes de terceiros
  • Operação
  • Faturamento do transporte
  • Custos
  • Controle de Manutenção de Frota
  • Controle de Estoque
  • Planejamento
  • Rastreamento
  • Expedição

Vantagens de um TMS

Um TMS permite obter o custo mínimo de operação, pois permite visualizar e controlar todos custos inerentes à gestão de trans

porte, controlar a qualidade dos serviços realizados interna e externamente ou por terceiros e estabelecer metas de qualidade conforme as necessidades. Também aumenta a disponibilidade da frota, prevendo possíveis problemas que possam ocorrer nas partes mecânica e eléctrica do ve

ículo e informações detalhadas e de fácil acesso que permitem uma rápida tomada de decisão (Entendendo, 2002).

Para se ter uma ideia da importância da aplicação do

TMS dentro de uma empresa é preciso saber quanto representa o custo do transporte. Numa indústria, o custo do transporte é, em geral, o segundo maior, ficando apenas atrás do custo de produção. Os encargos com o transporte va

riam entre 1/3 e 2/3 do total dos custos logísticos que englobam abastecimento, movimentação, armazenagem e distribuição (TMS, 1996).

Conclusão

Um TMS é uma solução para três grandes grupos de empresas:

  • Empresas de transporte (transportadoras, operadores logísticos)
  • Empresas que usam transporte próprio como apoio ao seu negócio
  • Empresas que utilizam transportes de terceiros.

O custo de um TMS varia de acordo com as necessidades da empresa e a sua área de atuação, já que os módulos são independentes. É interessante lembrar que se pode encontrar uma variedade de soluções no mercado, sendo necessário avaliar a real necessidade de determinados recursos disponíveis nos programas de TMS. Um TMS é uma solução que, se for bem implementada, proporciona economias e maior controle dos recursos materiais, humanos e monetários na gestão do transporte, reduzindo, assim, os custos logísticos relacionados com o transporte, o qual representa uma parcela significativa de custos dentro da cadeia logística (Entendendo, 2002).

Referências

  • ENTENDENDO o TMS. Revista LOG&MAM [Em linha]. 1 Ago. (2002). [Consult. 12 Abr. 2008]. Disponível em WWW: <URL:http://www.alvoinformatica.com.br/index.php?pg=316&id=1>.
  • GASNIER, Daniel; BANZATO, Eduardo – Distribuição inteligente. Guia Log [Em linha]. Ago. (2001). [Consult. 9 Abr. 2008]. Disponível em WWW: <URL:http://www.guialog.com.br/ARTIGO216.htm>.
  • TMS: muito além do tapa buraco. Intelog: inteligência em gestão logística[Em linha]. 17 Jan. (2006). [Consult. 9 Abr. 2008]. Disponível em WWW: <URL:Intelog>.

fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Sistema_de_gerenciamento_de_transporte

atribuição A utilização deste ficheiro é regulada nos termos da licença Creative CommonsAtribuição 2.0 Genérica.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Rodoviabrasil.jpg