Milk Run

Milk Run(Corrida do Leite) consiste num planejamento de entregas, mantido por uma empresa de transporte, onde para cada dia a empresa realiza uma recolha dos componentes de cada fornecedor em quantidades pré determinadas com o objetivo de os entregar no fabricante (Greene, 1997, p. 21.13).

Em algumas indústrias, como a indústria de automóvel, a recolha dos componentes pelos fornecedores pode ser realizada pela própria empresa, visto desta forma poder efetuar uma melhor gestão da sua rota, da quantidade de componentes necessárias de cada fornecedor e da capacidade dos seus veículos de transporte (Moura et al., 2002, p. 3).

Fornecedor milk run

O fornecedor milk run executa a recolha dos materiais pelos outros fornecedores de forma programada, em quantidades estipuladas, reduzindo os stocks e tornando os lead times mais previsíveis, mesmo para artigos com grande variação de procura, facilitando a tarefa da recepção do material. O processo de milk run decorre principalmente numa mesma área, entre fornecedores locais, no entanto o processo pode incluir fornecedores de outras áreas geográficas que mantenham um armazém local. Estes mesmos fornecedores, mais afastados geograficamente, poderão tirar partido do milk run recorrendo ao crossdocking ou a plataformas que permitem o transporte multimodal rodoviário. O ideal deste programa continua a ser no entanto, a proximidade geográfica entre fornecedores, de preferência 4 a 5, no sentido da gestão ser feita através de critérios estabelecidos pelo grupo. As rotas para o milk run poderão ser estabelecidas com recurso a serviços de mapas online, tendo porém em conta fatores como condições meteorológicas e informações sobre o trânsito (Baudin, 2005, p. 131).

Objetivos do sistema

Neste sistema, deverá ser maximizada a capacidade dos veículos utilizados para o transporte, no sentido da otimização das rotas e da redução dos custos de transporte da operação. Como o sistema é temporalmente programado, o transporte das peças para o fabricante deverá ser efetuado apenas quando for solicitado de forma a evitar receber uma quantidade superior à que foi definida para a captação dos materiais. O desafio deste sistema reside na agregação de valor na cadeia de abastecimento, reduzindo stocks, obtendo maior controle sobre a gestão dos materiais que são solicitados, maior freqüência de abastecimento, permitindo com isso ter um maior acompanhamento das flutuações da procura (Moura et al., 2002, p. 4). Milk Run por sua vez , otimiza custos, mantém forma de planejamento produto cliente , seguido pela empresa que atribui, para se destacar como um Milk run, a empresa deve separar ex. embalagens por ordem de coleta e ordem de saída do armazém.

Referências

Bibliografia

fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Milk_Run

fonte da imagem: http://1.bp.blogspot.com/-d7L-7v0hJD4/Tbmj-LxaQwI/AAAAAAAAADA/JebMR-Lz6GY/s1600/milk.jpg

Tags: